Notícias

Como posso emitir a guia de pagamento do INSS

As alíquotas variam entre 5%, 11% e 20%, dependendo do plano de Previdência Social e da categoria do contribuinte.

Com a virada do ano, os contribuintes do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) devem estar cientes das mudanças nos valores de contribuição e das novas diretrizes para pagamento. Entender essas alterações é crucial para garantir acesso a benefícios previdenciários importantes, como aposentadoria e auxílio-doença.

Novos Valores e Alíquotas

Os contribuintes individuais, facultativos e donas de casa de baixa renda devem observar o novo piso nacional estabelecido em R$ 1.412 para calcular suas contribuições ao INSS. As alíquotas variam entre 5%, 11% e 20%, dependendo do plano de Previdência Social e da categoria do contribuinte.

Profissionais autônomos que contribuem com 20% sobre o mínimo têm direito a se aposentar por idade ou tempo de contribuição, enquanto os que optam pelo plano simplificado, de 11%, só podem acessar a aposentadoria por idade.

Como Emitir a Guia de Pagamento

Para efetuar o pagamento da contribuição ao INSS, os contribuintes devem emitir a Guia de Previdência Social (GPS) através do site Meu INSS ou do aplicativo disponível para dispositivos móveis. O acesso é feito mediante cadastro no Gov.br.

O pagamento pode ser realizado mensalmente ou a cada trimestre, sendo este último opção apenas para quem tem o salário mínimo como base de contribuição. Os meses de competência são distribuídos ao longo do ano, com o valor do trimestre devendo ser quitado até o dia 15 do mês seguinte ao do último mês do intervalo.

Procedimento para Emissão da GPS

  • Faça login no site ou aplicativo do Meu INSS utilizando CPF e senha cadastrados no Gov.br.
  • Na página inicial, procure pela opção “Emissão da Guia de Pagamento (GPS)”.
  • Selecione a categoria de contribuinte e preencha os campos solicitados, incluindo mês de contribuição, salário de contribuição e código de pagamento.
  • Confira os dados e clique em “Confirmar” para gerar a GPS com os valores a serem pagos.
  • Caso necessário, revise as informações e clique em “Gerar GPS” para imprimir a guia e efetuar o pagamento.
  • Trabalhadores com Carteira Assinada

Além dos contribuintes individuais, os trabalhadores registrados sob o regime da CLT também devem estar cientes das mudanças nas alíquotas de contribuição previdenciária, que serão divulgadas após o reajuste do INPC, previsto para após o dia 11 deste mês.

Manter as contribuições em dia é fundamental para garantir acesso aos benefícios previdenciários oferecidos pelo INSS. Fique informado sobre as mudanças e saiba como proceder para emitir sua guia de pagamento de contribuição.